A etapa da mobília e da decoração é crucial para as pessoas que estão alugando ou construindo uma casa com um orçamento mais reduzido. Quem está alugando provavelmente não quer gastar demais para não comprometer o gasto mensal que precisará fazer com o custo da locação, e quem está construindo certamente já gastou bastante com materiais de construção e acabamentos. Economizar nos móveis planejados não é uma escolha, é essencial!

O valor dos móveis planejados costuma ser mais acentuado porque envolve vários serviços embutidos em um único preço. Existem várias empresas especializadas nesse segmento, com faixas de preço que vão das mais acessíveis até as mais caras.

A solução para não gastar muito é escolher uma empresa que se encaixe no seu orçamento, mas além disso, também temos outras dicas que podem fazer a diferença na hora de economizar nos móveis planejados. Confira!

1. Opte matérias-primas mais acessíveis

Há vários materiais que podem ser utilizados na construção de móveis planejados e a escolha deles vai depender do seu gosto, do seu orçamento e também da disponibilidade dessa matéria-prima na sua região. Se a empresa de móveis planejados precisa importar a madeira de muito longe, por exemplo, isso certamente tornará o projeto mais caro.

2. Verifique o custo de misturar muitos materiais diferentes

É possível combinar vários tipos de material em um projeto: madeira, vidro, granito, MDF, MDP etc. Com criatividade no projeto e uma boa execução, é possível conseguir resultados muito bonitos e funcionais. Porém, fique atento à possibilidade dessa mescla de materiais aumentar o custo do projeto! Compare preços de um projeto que vai misturar materiais com um que vai usar somente um tipo de material — ou que use menos opções.

3. Fique atento à espessura dos materiais

A espessura dos materiais também influencia no preço. Os móveis mais resistentes geralmente são mais espessos, usando mais milímetros de material, principalmente na parte interna. Contudo, se a sua prioridade é economizar nos móveis planejados, considere a possibilidade de usar móveis mais finos.

Cuidado com os objetos que serão guardados! Se você fizer a opção por um mobiliário menos espesso, deve saber que ele vai aguentar menos peso, então evite o risco de quebrá-lo, causando acidentes domésticos e a necessidade de investir em um novo móvel.

4. Entenda que modulados são mais baratos

Muitas empresas trabalham com módulos prontos, enquanto outras fabricam móveis sob medida para seu layout. Os modulados são mais baratos justamente porque poupam o trabalho da projeção e do desenho — e são entregues mais rapidamente também. A desvantagem é que talvez eles não se adaptem tão perfeitamente ao seu espaço, e as opções de materiais e cores também são mais limitadas.

5. Saiba que algumas cores também são mais baratas

Cheque com a empresa se existe algum preço mais acessível de acordo com a cor escolhida. Em alguns casos, cores menos convencionais costumam ser mais caras devido à necessidade de encomenda.

6. Preze pela funcionalidade e pelo custo-benefício

Vidro colorido, pintura de laca, detalhes em couro, dobradiças metalizadas: as opções em decoração e mobiliário estão cada dia mais modernas e sofisticadas! Materiais inovadores agregam mais qualidade e personalidade ao seu projeto, mas se você quiser economizar nos móveis planejados, pense duas vezes antes de optar por eles. Além disso, nem sempre esses materiais são funcionais. A laca, por exemplo, é bela mas bastante vulnerável a riscagens.

7. Não exagere nas portas e gavetas

Portas, gavetas e demais itens que requerem puxadores e dobradiças encarecem o projeto, principalmente se o mecanismo de abertura e fechadura for mais elaborado, como as portas abertas com toque.

8. Integre espaços e aproveite itens

Por fim, ao escolher os móveis para seu espaço, tente organizá-los de uma forma que você possa aproveitar móveis ou itens que já possui, além de integrar espaços. Por exemplo: um balcão pode servir como divisor de ambientes e apoio para TV, unindo a sala de estar e a de jantar. Pense com calma, seja criativo e conte com a ajuda dos profissionais que a empresa fabricante dispuser.

Gostou dessas dicas para economizar nos móveis planejados? Temos sempre artigos interessantes para o seu dia a dia! Assine a nossa newsletter para não perder nenhum deles!