O conceito de sustentabilidade financeira pode ser aplicado tanto na nossa na vida pessoal quanto no dia a dia de uma empresa. Afinal, nada é mais importante do que manter as contas organizadas, gastando somente o necessário e economizando para investimentos futuros, não é?

Embora o conceito de sustentabilidade nesse contexto seja fácil de ser entendido, muitas pessoas ainda não conseguem colocar o método em prática por falta de experiência ou por não terem conhecimentos a respeito de educação financeira. É preciso lembrar que existem diversas facilidades como cartões de crédito, financiamentos e empréstimos facilitados que, se não forem bem usados, podem comprometer suas finanças por um longo tempo.

Pensando em ajudar você a manter o controle do seu dinheiro, listamos aqui algumas dicas práticas para viver de forma sustentável de acordo com os seus rendimentos. Confira!

1. Equilibre os gastos mensais

Primeiramente, você deve ter consciência de quais são seus rendimentos mensais. Eles podem ser provenientes de salário, rendimentos ou outras fontes. Com essa informação, é preciso estabelecer um limite de quanto poderá ser gasto ao longo do mês e qual porcentagem será guardada.

Esse é um passo importante rumo à consciência financeira, e não tenha dúvidas de que ele fará toda a diferença na sua vida, pois não há nada melhor do que ter a certeza de que suas finanças estão equilibradas e, caso algum imprevisto aconteça, você terá condições de resolver.

2. Tenha sustentabilidade financeira no dia a dia

A porcentagem de quanto será necessário poupar todos os meses vai depender do que você quer fazer com o dinheiro. Via de regra, o mandamento mais clássico é que você guarde entre 10 e 20% de tudo o que ganha. Ou seja, se a renda for de R$3.000,00, começar poupando R$300,00 todo mês já será bastante interessante.

Além disso, o valor poupado não deve comprometer seu dia a dia, nem mesmo seu bem-estar. Por isso é importante definir metas viáveis e fáceis de serem atingidas.

Outro ponto importante é organizar o quotidiano para atingir a sustentabilidade. Ir ao supermercado somente com listas, não comprar por impulso e definir um limite para gastar com cada tipo de necessidade são maneiras de controlar seu orçamento com consciência e responsabilidade.

3. Use linhas de crédito

Há diversas alternativas de crédito que visam facilitar a aquisição de um bem ou mesmo resolver problemas pontuais, como um gasto inesperado. Tudo isso é positivo se você souber usar essas soluções de forma consciente.

Caso você se decida por utilizar algum desses tipos de créditos, sempre analise quais são as condições oferecidas, as taxas de juros, as vantagens e as desvantagens de cada um deles, antes de fazer sua escolha, pois cada modalidade é mais indicada para situações específicas.

4. Planeje-se para o futuro

Atitudes sustentáveis são importantes para manter um projeto de vida, dado que, organizando suas finanças, será possível garantir uma aposentadoria melhor, adquirir bens que poderão se tornar fontes de renda, entre muitas outras vantagens.

A melhor estratégia para conseguir economizar e guardar parte do seu dinheiro é estipulando metas, uma vez que a motivação para fazer algo aparece quando se tem objetivos bem definidos.

E você, já conhecia essas dicas sobre sustentabilidade financeira? Restou alguma dúvida sobre o assunto? Conte pra gente aqui nos comentários!